Saiba como fazer pós-venda em sua oficina mecânica

 

Assim como o gestor de qualquer empresa, um dono de oficina mecânica também deve considerar como fazer pós-venda de seu negócio para garantir a satisfação de seus clientes e fazer com que eles tornem a consumir seus serviços e produtos no futuro.

Esse tipo de estratégia garante o faturamento e a sobrevivência do empreendimento em um mercado competitivo e um cenário financeiro complexo como o atual. Por isso, no artigo de hoje mostraremos as melhores práticas para realizar ações de pós-venda efetivas e fidelizar os seus clientes.

Continue a leitura do conteúdo para saber tudo sobre o assunto e se tornar um especialista!

 

Confira os benefícios de investir no pós-venda da oficina mecânica 

Quando falamos em gestão empresarial, a maior parte dos empreendedores sabe que é mais barato fidelizar e manter um cliente do que captar novos consumidores, concorda?

É claro que você deverá sempre investir em táticas e recursos para atrair cada vez mais clientes para sua oficina mecânica, no entanto, quando você têm fregueses regulares, é muito importante mantê-los ativos sempre que possível.

O pós-venda, basicamente, é o conjunto de ações que compõem o relacionamento que sua empresa tem com um cliente após ele ter adquirido algum produto ou contratado um serviço.

No caso de uma oficina mecânica, é natural que o consumidor faça tanto a compra de um produto como o uso de um serviço. Por exemplo, um automóvel que precisa trocar um farol e fazer uma regulagem na sequência.

O aspecto de maior importância em realizar uma estratégia de pós-venda eficiente é que dessa forma você garante que seus clientes não procurem a concorrência quando precisarem de novos serviços ou produtos, aumentando a rentabilidade de sua oficina mecânica.

Agora que você já entende a importância de investir no pós-venda, vamos a alguns passos importantes para implementar essa estratégia no seu negócio.

 

Colete os dados e cadastre os seus clientes

Sem dúvidas, a primeira etapa para desenvolver as melhores práticas do pós-vendas é conhecer profundamente o perfil de seus consumidores. Para isso, é importante definir um sistema para armazenar suas informações, que proporcione um acesso aos dados dos clientes.

Hoje em dia, pode-se fazer isso de maneira automatizada por meio de softwares de gestão para oficinas mecânicas capazes de armazenar e gerir grandes volumes de informação de maneira ágil e segura. O importante é que todos esses dados sejam analisados.

Dentre os dados de maior relevância sobre o perfil dos clientes que você coletar, podemos citar os principais como:

– Nome do cliente;

– Marca, modelo e quilometragem do automóvel;

– Data de visita em sua oficina mecânica;

– Informações gerais sobre os serviços prestados e produtos fornecidos;

– Valores pagos;

– E-mail;

– Telefone;

– Data de aniversário do proprietário.

Você pode obter essas informações previamente por meio de algum canal da oficina como na folha de preenchimento de dados ou na hora de emitir um recibo de pagamento.

 

Faça uma análise de satisfação dos consumidores

Como fazer pós-venda de maneira assertiva sem conhecer o índice de satisfação de seus clientes em relação à sua marca? A melhor maneira de obter esse tipo de informação é por meio pesquisas e análises de satisfação.

Uma pesquisa dessa natureza, em primeiro lugar, demonstra que sua empresa tem total interesse em saber se o consumidor foi bem atendido e se está satisfeito com os serviços/produtos que recebeu.

Além disso, é o melhor caminho para revelar pontos de melhoria no atendimento e na qualidade dos serviços.

Sendo assim, defina uma rotina em que seja comum entrar em contato com os visitantes de seu estabelecimento — seja por telefone ou e-mail. Faça perguntas curtas e diretas para saber o que eles acharam de seu atendimento e de tudo que recebeu da empresa.

O intuito dessa prática é otimizar os processos de sua oficina mecânica para implementar diferenciais competitivos e se tornar uma referência no mercado em que você atua.

 

Entregue o que foi combinado

A ideia aqui é mostrar sinais de competência e compromisso aos clientes. Por isso, é imprescindível que você entregue aquilo que prometeu. Ou seja, execute os serviços dentro do prazo preestabelecido e garanta a efetividade.

Quem contratou o serviço jamais aceitará o argumento de que você está com muitos trabalhos para entregar e, portanto, acabou sofrendo contratempos. Esse tipo de defasagem é um “prato cheio” para a concorrência atrair seus clientes e oferecer serviços mais eficientes.

A melhor maneira de lidar com isso é realizando uma boa gestão do seu tempo e jamais oferecer o que sua oficina não pode realizar. Caso ocorram imprevistos, busque formas de compensar a falha, evitando que o cliente se sinta frustrado.

Resolva problemas com agilidade

Como dissemos no tópico anterior, resolver problemas com agilidade é fundamental. Porém, o contexto aqui é um pouco mais complexo. Ao perceber que o consumidor está com algum problema, sua prioridade deve ser encontrar uma resolução.

O que queremos dizer é que em uma boa estratégia de pós-venda, o fato da conta por seus serviços já estar paga, não significa que o cliente pode ser enrolado enquanto você atende novos compradores.

O melhor caminho para fidelizar um freguês é mostrar que ele tem prioridade, ainda que já tenha sido atendido pelo seu negócio.

Ou seja, demonstrar que existe uma relação cliente-empresa de qualidade e que seu negócio está sempre pronto para ampará-lo. Resumindo, certifique-se de que qualquer reclamação seja atendida rapidamente.

 

Ofereça brindes personalizados

Para finalizarmos o nosso artigo sobre como fazer pós-venda na oficina mecânica, é importante ressaltar que uma maneira eficiente de complementar sua estratégia é oferecendo formas de presentear seus clientes.

A ideia não é apenas mostrar que eles têm valor para a empresa, mas também uma maneira de fazê-los lembrar de seu estabelecimento sempre que possível.

No contexto de uma oficina mecânica, considere oferecer brindes com temas automotivos como:

– Chaveiros personalizados;

– Squeezes;

– Aromatizantes para veículos.

A intenção é promover a sua marca com brindes no processo de pós-venda, encantando o cliente e o fazendo perceber que sua oficina se preocupa com seu bem-estar. Afinal, quem é que não gosta de receber um “mimo”, não é verdade?

Sem dúvidas, a experiência positiva será muito mais duradoura do que os próprios brindes.

Como você pôde conferir neste artigo, apesar de não serem muitas empresas que investem nesse tipo de prática, os empreendedores que ousam e se arriscam conseguem obter um forte diferencial competitivo, destacando-se dos concorrentes e fidelizando cada vez mais consumidores à marca.

Ainda tem alguma dúvida sobre como fazer pós-venda em sua oficina mecânica? Tem alguma experiência sobre o assunto que queira compartilhar com a gente? Então aproveite os comentários para deixar a sua opinião!

 

Clicando na imagem abaixo você pode falar com a Ramos e Copini diretamente no Whatsapp.